domingo, 28 de dezembro de 2008

É ASSIM, O AMOR...

"Contei os dias...Um a um os contei...E te amei... mais e maisTe amei...Lutei Venci, perdi Desisti, insisti Esperei...Renasci e morri Instantaneamente Corpo presente Sonho distante...E assim como antes, Recolho do vento, a vida. Abraço o tempo que descortina. Instantes... presentes e distantes...Eis as antíteses do amor. Paradoxos onde a dor É sorvida em taças de cristais...
Portanto, sem mais.... TE AMO!

quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

FELIZ NATAL!!!!!!

Natal é alegria, simplicidade, ternura, esperança. Que seria do mundo sem o Natal? Que seria de nós, pobres mortais sacolejados pela carroça da vida, sem o banho de esperança de cada 25 de dezembro?
VEM, SENHOR JESUS! Vem transformar nossos sonhos em realidade. Ajuda-nos a construir, na partilha, na entreajuda, no amor. Ajuda-nos a não desalentar, a prosseguir. Pelo menos a prosseguir na esperança e na fé, pois seguir é continuar acreditando, buscando a verdade, a paz, a certeza, a luz no fundo do túnel, a sonhada fraternidade universal que teu presépio anunciou dois mil e dois anos atrás e continua apregoando até hoje. Queremos que nasças e renasças, cada dia, cada instante, na gruta alegre dos nossos corações".

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Ah, triste coração! Por que chora em silêncio a dor que ninguem vê? Por que corre? Por que foge? Por que se esconde? Nas horas mais escuras da vida, qdo a dor rouba a vontade de viver, qdo procura resposta e não encontra, por que não volta seus olhos para o Criador?